Iniciar sessão

Inicia sessão para ter acesso a todas as funcionalidades.

Cria a tua conta no wOne.pt

Tem acesso a todas as funcionalidades.







Recuperar palavra-passe

Esqueceste-te da tua palavra-passe?
Lisboa
ÚLTIMA HORA! Esta 4ª feira,vem relembrar Amália com Musical de Filipe La Féria! 'Uma noite em casa de Amália' por 15€ no Teatro Politeama!

ÚLTIMA HORA! Esta 4ª feira,vem relembrar Amália com Musical de Filipe La Féria! "Uma noite em casa de Amália" por 15€ no Teatro Politeama!

Lisboa, 18 de Dezembro de 1968. Portugal vive na ditadura em plena guerra colonial. Salazar, doente, é substituído por Marcello Caetano na chefia do governo. Amália promove uma tertúlia em sua casa em Lisboa em honra do grande poeta brasileiro Vinicius de Moraes. Nessa noite, Amália canta «Naufrágio» onde se identifica o sonho com o mar. Estão presentes os poetas portugueses Natália Correia e José Carlos Ary dos Santos e a pintora Maluda, figuras imortais da noite de Lisboa. David Mourão-Ferreira, um dos poetas de Amália, chega atrasado à reunião onde Amália e os seus convidados irão gravar um disco ao vivo. Ary dos Santos faz o elogio de Amália. Casimira, a empregada, serve os convidados enquanto Hugo Ribeiro, o técnico da editora discográfica Valentim de Carvalho, prepara a gravação.

Vinicius de Moraes faz o seu auto-retrato num poema em que descreve a sua personalidade boémia. Natália Correia declama o poema que escreveu para se defender no tribunal contra o regime ditatorial. Amália canta «Havemos de ir a Viana», um fado de amor. A chegada de Alain Oulman alegra Amália que o apresenta a Vinicius como o seu compositor preferido. Amália pede a Vinicius que diga o seu «Monólogo do Orfeu», que narra o seu amor por Eurídice num bairro de lata do Rio de Janeiro. As canções de «Orfeu Negro» fazem cantar Amália e os seus convidados. Amália retribui com Fado Xuxu, um tema que alia a música portuguesa a uma letra de inspiração tropical.

Alain e Amália provocam Ary dos Santos a propósito do primeiro fado que ele escreveu.

«Meu Limão de Amargura» é um fado sobre os jovens portugueses que são obrigados a combater em África. Amália canta uma trilogia de fados de Oulman e Mourão-Ferreira sobre Lisboa: «Madrugada de Alfama», «Nome de Rua» e «Maria Lisboa».

O som de uma ambulância intimida Alain que é perseguido pela polícia política. Mourão-Ferreira diz o seu poema «Herança» que fala do amor e da morte. A noite de música prossegue com Amália cantando canções de amor de Vinicius de Moraes.

Natália Correia provoca Ary que diz o seu poema «Objecto», jogo de significado das palavras contra a hipocrisia. Amália convida para uma ceia tipicamente portuguesa.

Enquanto decorre a refeição, Alain confessa a Amália que quer exilar-se definitivamente em Paris. Amália canta «Aranjuez, mon amour», uma canção de dor e revolta. Vinicius e os convidados regressam e o poeta brasileiro diz «O Dia da Criação». Vinicius termina com «Canto de Ossanha», um hino de alegria e insubmissão.

A meio da noite, a campainha da porta da rua alarma todos os presentes. O desconhecido é um jovem militar que nessa madrugada irá partir para Angola. Amália canta um fado de Ary - «Meu Amigo Está Longe» sobre a separação e a guerra. O militar responde-lhe com uma cantiga de amigo também sobre a guerra e a separação dos amantes. A visita motiva uma reflexão sobre a guerra colonial mas a música vence a política e é soberana nesta noite. Amália evoca Zeca Afonso - «Menina dos Olhos Triste» - cantando uma balada sobre os soldados que morrem na guerra.

Amália canta «Formiguinha Bossa Nova», uma fado samba que evoca o leviano prazer dos poetas. David Mourão-Ferreira propõe fotografar esta noite para a posteridade. Todos acedem serem fotografados com considerações próprias sobre o legado de cada um para as gerações futuras. A discussão sobre os seus papéis na sociedade faz evocar o Maio de 68 em Paris. Vinicius pede a Amália que cante «Gaivota». Casimira serve o tradicional caldo verde mas Natália e Ary envolvem-se numa terrível discussão sobre a poesia e a música. O toque do telefone às cinco da manhã volta a sobressaltar todos os convidados. Amália tranquiliza-os, ao saber que é o director da editora discográfica, Rui Valentim de Carvalho. Natália Correia propõe uma sessão espírita, muito em voga na época. Nova tensão entre Natália e Ary que termina com ele rendido à interpretação avassaladora de Natália que declama o seu auto-retrato.

Vinicius de Moraes escreveu para Amália um fado: «Saudades do Brasil em Portugal». Em seguida, pede-lhe para cantar «Barco Negro» mas será Maluda a interpretar «Mãe Preta», canção proibida pela ditadura. Entusiasmada, Amália canta em espanhol «El Lerele». Natália acede a cantar «Summertime». Amália reconforta Alain da sua angústia e do seu futuro exílio em Paris. Todos tentam encorajar Alain. Vinicius canta o samba «Para que chorar?», um hino de esperança. Vinicius de Moraes despede-se de Amália com a sua mais bela canção. Alain oferece a Amália, o seu último fado «Medo».

Amália recorda o militar que a visitou naquela noite e que irá partir para uma viagem sem regresso. Amália canta o «Medo».

 

A oferta está à tua espera. Terminado o tempo da oferta recebes o cupão no teu e-mail e na tua conta goodlife!.

Não percas esta oportunidade! Aproveita o melhor da vida, e com desconto.

Em caso de devolução serão descontados os 3% da intermediação bancária.

✖ Esta oferta já terminou,
inscreve-te no wOne.pt para não perderes mais nenhum desconto!

Lisboa
Cultura e Lazer


Descontos a decorrer que te podem interessar:

Passeio Maravilhoso de Moto 4 para Dois! 1 Hora | Love & Adventure
16 h 15 minutes remaining
Passeio Maravilhoso de Moto 4 para Dois! 1 Hora | Love & Adventure
  • 45,90 €
  • 100 €
  • -54%

Desconto Odisseias

Santarém

wOne.pt - Guardar Oferta

Enviar lembrete

wOne.pt - Enviar a um amigo

Teu Nome
Teu Email
Nome do Amigo
Email do Amigo
Mensagem
Fantástico Voo de Helicóptero pelos Céus da Capital | 8 Minutos | Lisbon Sky

wOne.pt - Guardar Oferta

Enviar lembrete

wOne.pt - Enviar a um amigo

Teu Nome
Teu Email
Nome do Amigo
Email do Amigo
Mensagem
Passeio de Veleiro no Tejo c/ Espumante - 2h | Até 4 Pessoas | Lisbon By Night!

wOne.pt - Guardar Oferta

Enviar lembrete

wOne.pt - Enviar a um amigo

Teu Nome
Teu Email
Nome do Amigo
Email do Amigo
Mensagem

ÚLTIMA HORA! Esta 4ª feira,vem relembrar Amália com Musical de Filipe La Féria! "Uma noite em casa de Amália" por 15€ no Teatro Politeama!

Oferta Expirada
    • Antes30 €
    • Desconto50%
    • Poupas15 €
  • ✖ Esta oferta já terminou, inscreve-te abaixo para não perderes mais nenhum desconto!

Junta-te a milhares de utlizadores e recebe a nossa newsletter diária.

É gratuito e sem qualquer obrigação.


Receber ofertas novas